Trabalhar de forma autônoma e empreender são caminhos atrativos para os profissionais da Psicologia. O empreendedorismo para psicólogos tem crescido bastante, assim como vem acontecendo em outras profissões. O cenário de crise econômica dos últimos anos no Brasil tem participação nesse avanço, pois chamou a atenção para as diversas oportunidades nessa área.

Entretanto, não são poucos os psicólogos que deixam de desbravar esse campo por considerá-lo muito desafiador. Outros enfrentam dificuldades por desconhecerem alguns detalhes do empreendedorismo. Geralmente, os cursos de graduação na área de humanas e ciências da saúde não desenvolvem nos estudantes conhecimentos sobre economia e negócios.

De fato, investir no próprio negócio não é tarefa simples, mas algumas dicas podem ajudar você a empreender melhor e conseguir bons resultados. Quer saber como fazer isso? Acompanhe as informações que trouxemos neste post!

1. Trabalhe em coworkings ou consultórios compartilhados

Uma das dicas essenciais para investir no trabalho autônomo é saber como começar. Não é incomum que os profissionais já iniciem sonhando alto. Montar uma sala confortável e bem equipada em um bairro nobre da cidade, por exemplo, provavelmente não é a melhor maneira de começar essa caminhada.

Quem abre um negócio deve ter a consciência de que ele vai demandar mais investimentos nos primeiros meses. Com isso, o retorno financeiro pode não ser o que você espera. Quem deseja empreender deve se preparar para esse momento. Assim, a melhor opção é procurar parcerias e trabalho coletivo.

Em vez de se responsabilizar sozinho por todos os gastos (como aluguel, contas de luz e pagamento de secretária), você pode alocar horários vagos em uma clínica que já esteja montada. Fazendo isso, é possível trabalhar com qualidade e ter menos despesas. Logo, você fica com mais dinheiro das consultas e pode organizar futuros investimentos — como a compra de testes psicológicos, brinquedos ou outros materiais.

2. Estude e faça seu marketing

Você provavelmente não estudou sobre economia ou empreendedorismo na Faculdade de Psicologia. Tampouco desenvolveu conhecimentos sobre marketing, não é mesmo? Todos esses, entretanto, são conteúdos fundamentais para potencializar os resultados do seu trabalho. Afinal, é muito frustrante não saber o que esperar dos investimentos realizados.

Por isso, a orientação é: estude essas matérias que não têm relação direta com sua prática, mas que precisam compor o repertório de todo empreendedor. Não são apenas os donos de grandes empresas que devem conhecer a realidade e saber analisar o mercado. Quem trabalha de forma autônoma também está administrando o próprio negócio, mesmo que inicialmente ele envolva somente você.

Uma boa dica de marketing para quem está iniciando sua caminhada no empreendedorismo para psicólogos é utilizar os meios digitais. É claro que ter um cartão, fazer cartazes para divulgar seu serviço e estabelecer parcerias com instituições e outros profissionais é importante, mas usar a internet é uma maneira gratuita e muito eficiente de se fazer visto.

As redes sociais têm, hoje em dia, tanto ou maior alcance do que mídias tradicionais, como televisão ou revistas. Além disso, criar perfis on-line permite que você produza conteúdos e interaja com as pessoas. Essas práticas trazem mais retorno do que a simples propaganda.

As publicações do psicólogo na internet possibilitam que os pacientes saibam mais sobre os serviços e ampliem seu conhecimento sobre a própria Psicologia. Dessa forma, se inscrever em um curso, comprar um e-book, contratar um treinamento ou marcar uma consulta com você se torna mais convidativo, já que a pessoa já tem contato prévio com suas ideias por meio dos posts gratuitos.

3. Aumente sua rede de contatos

Outra estratégia muito eficaz para o psicólogo que está abrindo um negócio próprio é investir na ampliação do networking. No mercado de trabalho atual, as parcerias são importantes para quem deseja crescer e consolidar seu nome. Colegas de profissão ou instituições parceiras potencializam muito os resultados do seu serviço.

Como fazer isso? Há diversas formas! Aproveitar os canais de marketing que você criou é uma delas. Convide outros profissionais para publicar nos seus perfis e visite as páginas de outras pessoas também. Além disso, você pode oferecer amostras do seu serviço em empresas ou escolas, para iniciar novos relacionamentos. Outra opção é participar de eventos na área.

Se você sabe de profissionais que alcançaram o sucesso no empreendedorismo para psicólogos, não deixe de entrar em contato e pedir orientações. Pegar dicas de quem já trilhou esse caminho e enfrentou os mesmos desafios é muito útil. Alguns desses empreendedores podem, inclusive, ter interesse em colaborar como sócios nos seus projetos.

4. Seja competente

As dicas anteriores não serão suficientes para garantir o sucesso se você não se preocupar em aprofundar suas competências na área em que pretende atuar. Mesmo sabendo administrar um negócio e fazer um bom marketing, o psicólogo vai ter dificuldades para crescer se deixar de lado a capacitação.

Nesse sentido, uma boa orientação é escolher um nicho específico e consolidar seu nome nele. Ser um psicólogo generalista (que atende a todas as faixas etárias, por exemplo) pode ser bom para conseguir mais pacientes, mas aprofundar-se em um campo traz um reconhecimento social maior e aumenta o retorno do seu investimento.

Delimitar seu campo de atuação também simplifica a tarefa de adquirir novos conhecimentos, pois você já vai saber onde buscar cursos e eventos para se aprofundar. Quem deseja trabalhar com o público infantil, por exemplo, pode:

  • cursar uma especialização nesse assunto;
  • compartilhar experiências em seminários da área;
  • organizar eventos sobre o tema.

Já imaginou as pessoas da sua cidade pensarem instantaneamente no seu nome quando se perguntarem sobre a Psicologia da Infância? Isso não é impossível de acontecer. Basta que você esteja focado e invista cada vez mais nas competências teóricas e práticas necessárias para se destacar.

Seguindo essas dicas, você estará no caminho certo para desbravar o empreendedorismo para psicólogos. Empreender é uma atividade desafiadora, mas também muito atrativa e envolvente. Ser dono do seu próprio negócio e ter a liberdade de organizar seu trabalho são grandes vantagens nessa área.

E então, este post esclareceu as coisas para você? Que tal compartilhar nas suas redes sociais e ajudar seus colegas?

Powered by Rock Convert

11 Comentários

Cancelar

  1. Dicas muito Boas e importantes.

  2. Vamos empreender!

  3. O Curso Cognitivo sempre indo além na aplicação do conhecimento ao seus alunos. Blog nota 10!

  4. Adorei estas dicas, nos auxilia muito.
    Parabéns!

  5. Glauko Bernard

    Excelente artigo!

  6. ótimo! leitura importante.

  7. Andriza Corrêa

    Muito bom! Vale a leitura!!

  8. Blog está 10! Sendo muito essencial para nossa prática hoje. Adorei!!!

  9. Daniela Seixas

    Ótimas dicas!

  10. Ótimas Dicas!

  11. Dicas para alavancar a vida profissional, adorei!!