Estrutura da sessão em TCC: entenda como é realizado o atendimento na prática

Muitas pessoas acreditam que o psicólogo deve ser procurado somente em situações extremas, como nos casos de doença emocional. Entretanto, para solicitar ajuda, não é necessário estar com uma complicação grave de saúde mental — todo indivíduo, em algum momento, pode precisar do acompanhamento de um especialista. E entre as psicoterapias atuais, os profissionais que desejam prestar um trabalho eficiente podem investir na estrutura da sessão em TCC.

Também conhecida como terapia cognitivo-comportamental, essa técnica é muito utilizada por psicólogos com foco na psicologia clínica, ajudando tanto o especialista quanto o paciente a alcançarem excelentes resultados ao longo do tratamento.

Mas, será que você sabe, de fato, como colocar essa abordagem em prática? Hoje, falamos exatamente sobre isso. Continue acompanhando a leitura e se aprofunde no assunto!

Como funciona a terapia cognitivo-comportamental?

O primeiro passo para quem deseja praticar esse método é entender, profundamente, o que é a terapia cognitivo-comportamental (TCC) e como ela funciona. Podemos começar dizendo que o termo diz respeito a uma abordagem terapêutica que é bem estruturada e apresenta metas objetivas a serem alcançadas pelo profissional e paciente.

Todo o tratamento é focado no momento atual, utilizando técnicas específicas para combater variados transtornos psicológicos. Entre os principais, destacamos a dificuldade de aprender certas habilidades, e os comportamentos disfuncionais, também conhecidos como TOC.

A ideia é que, a partir desse caminho, seja possível transformar alguns pensamentos e significados preestabelecidos na mente do paciente, para então, encontrar uma mudança comportamental — e emocional — efetiva.

E mais!

As crenças que carregamos ao longo da vida foram, primeiramente, construídas ainda na fase infantil, e refletem o modo como encaramos os acontecimentos automaticamente. Ou seja, sem uma autoanálise, tais ideias ainda podem surgir de forma negativa ou positiva, de acordo com a situação que está sendo vivida pelo indivíduo.

Por isso, é dever do psicólogo atuar ativamente, preparando o paciente por meio de testes e técnicas dentro do consultório, e que também podem ser realizadas em casa. Nesse processo, o objetivo é ajudar o indivíduo a entender os seus pensamentos com clareza e, a partir disso, ter autonomia suficiente para enfrentá-los.

Assim, será mais fácil expandir o conhecimento a respeito de como funciona o emocional de cada pessoa, encontrando saídas promissoras durante esse processo.

Qual a estrutura das sessões de terapia cognitivo-comportamental?

Para alcançar resultados cada vez melhores, o psicólogo precisará elaborar a estrutura da sessão em TCC. Isso quer dizer que o terapeuta deve estabelecer, previamente, os assuntos que serão abordados em cada encontro, a fim de tornar o processo mais focado e eficiente.

Abaixo, destacamos alguns exemplos de como o profissional pode estruturar as suas atividades logo nas consultas iniciais.

1ª sessão

Na primeira sessão, por exemplo, é interessante discutir com o indivíduo a respeito do seu diagnóstico, definir quais serão os objetivos do tratamento e começar a focar em um problema específico, sempre passando exercícios que deverão ser praticados em casa.

Verificar o humor da pessoa também é um cuidado fundamental e que deverá se estender por todas as etapas, visando avaliar como ele está se sentindo no momento e, inclusive, identificar os sentimentos que predominam em sua mente durante o intervalo entre uma sessão e outra.

2ª sessão

Da segunda sessão em diante, será possível dividir os encontros em três partes distintas: a inicial, a intermediária e a final. Nessas etapas, é interessante que o psicólogo saiba identificar um pensamento automático, avaliando se esse problema merece atenção redobrada, se ele é recorrente ou disfuncional.

O foco é estimular o indivíduo a pensar em resultados que estejam dentro de seu alcance. Ainda é válido avaliar se houve momentos em que o terapeuta conseguiu interromper o paciente e comandar a sessão e se foi possível familiarizá-lo a respeito do tratamento. Para funcionar corretamente, todas essas ações necessitam ser baseadas em uma relação terapêutica segura e que transmita estabilidade.

Dica

Vale lembrar que não existe uma estrutura única a ser seguida. Ainda assim, os passos incluem um resumo da sessão anterior, o estabelecimento de uma agenda de cada encontro, além da abordagem dos tópicos escolhidos para a consulta. Lembre-se também de priorizar as tarefas de casa e valorizar o feedback, que será extremamente necessário para nortear os seus próximos direcionamentos.

Qual a importância da tarefa de casa?

Realizar as chamadas “tarefas de casa” é um passo que deve estar presente em toda a estrutura da sessão em TCC. Essa prática tem muita relevância no trabalho de reestruturação cognitiva, servindo como uma experiência capaz de questionar a validade das crenças que estão por trás de certos sofrimentos, como aqueles desproporcionais e outras disfunções do paciente.

É uma maneira da terapia continuar acontecendo, mesmo longe do consultório. Por isso, o profissional precisará adaptá-la conforme o momento em que o paciente está vivendo, além de ser uma prática de comum acordo entre ambos.

Como o Cognitivo pode ajudar?

Em um mundo que vive em constante mudança, é fundamental que os profissionais de psicologia se atualizem de tempos em tempos. Ao investir em cursos e especializações específicos, você estará preparado para encarar diferentes situações por outro ponto de vista, dando prioridade às potencialidades humanas e se colocando à frente dos seus concorrentes no mercado.

É nesse momento que o Cognitivo pode ajudar. Com professores que levam para a sala de aula todo o conhecimento teórico, associado à prática, será possível ter contato com especialistas de diferentes regiões do Brasil, e vinculados às instituições de ensino nacionais e internacionais.

Você ainda conseguirá atualizar os seus conhecimentos sobre as normas éticas e unir a sua experiência clínica com a pesquisa — fato este que é a chave para os profissionais que desejam lapidar os seus trabalhos e encontrar resultados inéditos, garantindo uma ótima evolução em sua carreira, assim como total satisfação do paciente nas sessões em TCC — terapia cognitivo-comportamental.

Gostou e quer saber mais sobre os nossos cursos ofertados? Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir métodos acessíveis para aprimorar o seu conhecimento e se destacar no ramo da psicologia. Será um prazer ajudar você!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.