Formação em terapia cognitivo-comportamental: estude pelo Cognitivo

Uma das abordagens mais novas na história da Psicologia é também a que apresenta maior eficácia em seus resultados terapêuticos. Isso explica o aumento da procura pela formação em terapia cognitivo-comportamental (TCC).

Mesmo aqueles que optaram por seguir outra linha de atendimento durante a faculdade têm voltado os olhos com mais atenção para as técnicas cognitivas. Se você também vem de uma atuação clínica baseada em outra abordagem, mas tem interesse na terapia cognitivo-comportamental, saiba que essa é uma ótima escolha para quem deseja se destacar no campo da Psicologia.

Acompanhe este post, veja 5 boas razões para você se especializar em TCC e conheça os diferenciais do Cognitivo — instituição que é referência na área e que pode entregar todo o conhecimento teórico e prático que o profissional precisa para oferecer um atendimento de excelência e construir o seu nome!

5 motivos para aprimorar seus estudos em terapia cognitivo-comportamental

A TCC tem despertado o interesse de cada vez mais profissionais da saúde mental. O público, em geral, em busca de solução para seus problemas emocionais, e com fácil acesso a informações sobre os tipos de tratamento existentes, também tomou conhecimento de que existe um método terapêutico altamente efetivo para diferentes casos, o que fez aumentar a demanda de pacientes para os terapeutas cognitivos.

E há boas razões para a alta procura — tanto por parte dos pacientes, que querem constatar a efetividade desse tratamento, quanto dos profissionais, que enxergam na TCC um aprendizado essencial para o seu desenvolvimento na carreira. Entenda por que a formação em terapia cognitivo-comportamental é uma escolha oportuna!

1. Efetividade comprovada

Inúmeros estudos e casos clínicos já evidenciaram que a terapia cognitivo-comportamental promove mudanças reais no quadro do paciente. Não se trata apenas de uma teoria bem estruturada, mas de uma ciência testada empiricamente. As pessoas que utilizaram as técnicas da TCC passaram por uma verdadeira reestruturação cognitiva e conseguiram reformular seus padrões de pensamento e comportamento.

2. Método diretivo

Essa abordagem também é conhecida por seu caráter focado e direcionado. A prioridade é dar atenção ao problema presente e trazer melhorias à vida do paciente. Ou seja, não basta descobrir a origem de um conflito se não houver uma intervenção objetiva para reduzir o sofrimento que ele enfrenta hoje.

Também por seu método diretivo, a TCC alcança resultados em curto prazo. A brevidade dos tratamentos e o alcance das metas propostas em sessões bem estruturadas são outros pontos de destaque desse modelo terapêutico.

3. Autonomia do paciente

Um grande diferencial da terapia cognitivo-comportamental em relação aos outros métodos psicoterápicos é a participação ativa do paciente. Ele não é apenas conduzido pelo terapeuta, mas se torna corresponsável pela evolução de seu caso. Uma aliança colaborativa é desenvolvida entre as duas partes e o indivíduo aprende a aplicar, sozinho, as técnicas da TCC, sendo responsável pela manutenção da sua melhora.

4. Aplicável em diversos casos

A depressão foi o primeiro transtorno tratado com sucesso pela terapia cognitivo-comportamental. Mas o modelo cognitivo foi tão bem-visto pelos profissionais e estudiosos da área que logo foi constatada sua efetividade para vários outros casos. Hoje, a TCC pode ser aplicada, entre outros problemas, em:

  • depressão;
  • transtornos de ansiedade;
  • bipolaridade;
  • distúrbios alimentares;
  • transtornos de personalidade;
  • dependência química.

5. Múltiplas áreas de atuação para o profissional

O psicólogo que se especializa em TCC tem amplas possibilidades de atuação na área clínica. Para além dos consultórios, o profissional também pode atuar em hospitais, escolas, empresas e outras organizações. Pode oferecer consultorias e treinamentos e até prestar serviço em situações de alto estresse, como sequestros, assaltos e catástrofes naturais.

A atuação do terapeuta cognitivo-comportamental

O terapeuta que se forma nessa área abre muitas portas em sua carreira. Neri Maurício Piccoloto, diretor do Cognitivo, afirma que “o psicólogo ou psiquiatra que domina esse conhecimento alcança um nível diferenciado no seu currículo e nas possibilidades de resultado dos seus atendimentos, repercutindo diretamente no seu êxito profissional”.

Como dissemos acima, a terapia cognitivo-comportamental foi desenvolvida, a princípio, como uma solução possível para os casos de depressão. Conforme os resultados ganharam comprovação, muitos outros problemas passaram a ser tratados com as técnicas da TCC.

Hoje, além dos diversos transtornos mentais que são seguramente acompanhados com a terapia cognitiva, o modelo também é utilizado em outras configurações da psicoterapia, a exemplo das terapias de grupo, casal e família.

No mercado de trabalho, o terapeuta cognitivo não encontra espaço somente nas clínicas. Segundo Neri Maurício Piccoloto, “onde seres humanos interagem há espaço para o psicólogo fazer uso desse conhecimento”. Portanto, as áreas Escolar, Hospitalar e Organizacional são outros campos da Psicologia com boas possibilidades de carreira para quem se especializa em TCC.

Importante lembrar que para atuar em áreas específicas também é necessário focar em um estudo direcionado. Quanto mais aprofundado o conhecimento do profissional, maior é a autoridade que ele transmite.

Por que obter sua formação em terapia cognitivo-comportamental pelo Cognitivo?

O Cognitivo é uma instituição com mais de 20 anos de experiência em cursos de formação e especialização em terapia cognitivo-comportamental e já formou milhares de terapeutas, que conseguiram consolidar carreira na área.

A especialização em TCC do Cognitivo promove um conhecimento aprofundado sobre as teorias e as práticas da abordagem. O diretor da instituição reitera que “os modelos cognitivos que o aluno passa a conhecer, bem como as técnicas cognitivas e comportamentais são extremamente úteis para a compreensão e manejo de várias situações que se apresentam para o psicoterapeuta diariamente no seu trabalho”.

Além do amplo repertório técnico, com foco na aplicação prática, o Cognitivo ainda se destaca pelos seguintes pontos:

  • estrutura que atende às necessidades do aluno, com mais de 1000 textos e artigos comentados pelos professores, disponibilizados na biblioteca virtual;
  • corpo docente com sólida experiência em TCC, composto por doutores, mestres e especialistas da área;
  • grade curricular bem organizada e abrangente, a qual permite um entendimento seguro sobre os diferentes transtornos e como as técnicas são aplicadas em cada um deles.

A formação em terapia cognitivo-comportamental não é apenas um aprendizado a mais, é ainda um passo seguro para sua evolução profissional. Isso porque, além de abrir várias portas no mercado de trabalho, você também enriquece suas habilidades técnicas para fazer diferença na vida de seus pacientes.

Então, não perca tempo! Para ter mais informações sobre cursos de formação e especialização em TCC, entre em contato com o Cognitivo e saiba tudo o que você precisa para avançar na sua profissão!

Powered by Rock Convert

Sem Comentários

Cancelar