Isolamento social e psicoterapia online: entenda como funciona

O contexto de pandemia que o novo coronavírus trouxe evidenciou a grande necessidade de reinventar as práticas da Psicologia. O isolamento social tornou-se a principal ferramenta de contenção de transmissão viral e, principalmente, controle do uso de leitos hospitalares para evitar a superlotação do sistema de saúde.

Isso trouxe diversos impactos nas atividades psicológicas. A maior transformação diz respeito à realização de psicoterapia online. Muitos profissionais estão se deparando com a necessidade de atender seus pacientes de maneira virtual, seja na contenção de crises, seja na continuidade do processo terapêutico de antigos clientes.

Para aprofundar seus conhecimentos sobre o isolamento social e a psicoterapia online, preparamos este conteúdo com as principais informações sobre essa técnica de atendimento. Continue lendo para saber mais e tirar suas dúvidas sobre o assunto!

Qual é a orientação para o isolamento social?

O novo coronavírus, causador da Covid-19, transformou completamente a forma como nos relacionamos na sociedade. Devido ao alto nível de transmissão, o vírus pode contaminar muitas pessoas ao mesmo tempo, fazendo com que grande parte delas precisem de suporte médico. Consequentemente, os hospitais têm seus leitos ocupados mais rapidamente.

Nesse sentido, para que não ocorresse a superlotação do serviço de saúde, como hospitais — públicos e privados —, centros de saúde e postos de atendimento, foi recomendado o isolamento social como forma de prevenção. Assim, quando a maioria da população fica em casa, saindo somente para realizar ações indispensáveis, como ir ao mercado, ocorre uma redução considerável do número de casos.

Essa redução traz um impacto positivo nos hospitais, melhorando inclusive o ambiente de trabalho para os profissionais da saúde. O resultado de tudo isso é uma população mais saudável, o serviço de saúde funcionando com capacidade para atender a todos e a contenção rápida e eficaz da crise da Covid-19.

Como a Psicologia não se caracteriza como atendimento indispensável nesse momento, em alguns estados brasileiros não é mais possível realizar sessões presenciais, uma vez que coloca em risco o profissional, o paciente e suas respectivas famílias — além de ir contra o isolamento social orientado pela própria OMS.

No entanto, não podemos negar que o nível de estresse e ansiedade é potencializado em momentos de crise e distanciamento social. Então, como ajudar os pacientes que estão precisando se suporte psicológico se não é possível encontrá-los presencialmente? A psicoterapia online surge como ferramenta fundamental nesse momento.

Como funciona a psicoterapia online em tempos de isolamento social?

Em 2018, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) emitiu uma resolução permitindo a realização da psicoterapia online por profissionais cadastrados. Essa novidade facilitou e flexibilizou o trabalho do psicólogo, uma vez que muitos pacientes demandam atendimento, mas não conseguem ir até o consultório.

Hoje, o atendimento e o acolhimento virtual se tornaram o principal meio para conter a elevação dos níveis de estresse, ansiedade e depressão em tempos de pandemia. Então, como ele funciona? Nos próximos tópicos, explicamos as regras, os diferenciais e as modalidades de psicoterapia para você realizar nesse contexto. Confira!

Regras e diferenciais

Além de estar cadastrado no Conselho Regional de Psicologia, o psicólogo deve garantir a qualidade dos aparelhos tecnológicos e uma boa conexão com a internet para oferecer um serviço eficaz aos seus clientes. Ademais, a resolução do CFP limita o atendimento online em uma única instância: a presença ou não de surto, violência e/ou acidentes.

Esses três aspectos precisam ser trabalhados e assistidos de forma presencial, porque o paciente pode apresentar quadros de distorção cognitiva grave, saída da realidade ou surtos que colocam em risco a sua vida e de pessoas próximas. Nesse contexto, o psicólogo deve articular o seu caso com a rede de apoio de seu município.

Por fim, você também precisa especificar qual é a plataforma utilizada para contato, assegurando o sigilo de todas as informações compartilhadas no ambiente virtual. Por exemplo, atendimento via mensagem é inadequado para realização de psicoterapia, mas são bem funcionais para prática de acolhimento inicial.

Modalidade de atendimento

Ao longo do estudo da Psicologia, compreendemos a existência de diversas abordagens psicológicas. Assim como no atendimento presencial, a psicoterapia online pode ser feita por meio de qualquer escola, desde que mantenha suas ações principais, como a criação e fortalecimento do vínculo, ética e respeito ao sigilo, definição de objetivos e expectativas da terapia.

Entre a relação tecnologia e Psicologia, é importante lembrar de optar por formas de comunicação eficientes. Como comentamos, a troca de mensagens não é a maneira mais adequada de atendimento, mas chamadas por vídeos ou mesmo ligações podem garantir um excelente acolhimento e tornarem-se consultas frequentes.

Você também pode investir em uma nova modalidade que se torna essencial no contexto de isolamento: a psicoeducação. Compartilhando informações valiosas e verdadeiras sobre psicoterapia online e quarentena, bem como saúde mental em momentos de crise, é possível oferecer um serviço indireto de acolhimento. Com isso, conseguirá mais clientes para atender virtual ou presencialmente no futuro.

Como preparar o atendimento da psicoterapia online?

O atendimento online difere do encontro presencial, e reconhecer esse fato é o passo mais importante para preparar-se. Isso porque existem elementos que podem não ser captados por meio da internet, ou seja, há uma limitação da troca de experiências, olhares e interpretações entre o paciente e o terapeuta no ambiente virtual.

No entanto, isso não quer dizer que a psicoterapia online é menos potente e eficaz do que a presencial: apenas são diferentes. No momento atual, o psicólogo deve reconhecer qual é o grande objetivo do atendimento. Alguns pacientes desejam continuar o seu trabalho terapêutico, enquanto outros buscam somente uma terapia breve.

Então, o estudo torna-se o melhor aliado dos profissionais nesse momento. Prestar atenção nos novos artigos publicados sobre atendimento online, explorar cursos e workshops de capacitação e buscar conhecimento sobre intervenção e acolhimento em momentos de crise são atitudes que mantêm você preparado para os atendimentos.

Você também pode — e deve! — dar uma atenção especial ao seu local de atuação. Afinal, mesmo estando em casa, a ética e o cuidado ao paciente devem continuar na mesma intensidade. Procurar um ambiente quieto e isolado dos outros membros familiares e utilizar o fone de ouvido é importante não só para garantir a sua concentração, como também evitar que a fala do cliente seja escutada por outros.

Como você sabe, a psicoterapia online não é uma modalidade surgida durante a pandemia. No entanto, ela se tornou essencial para esse momento delicado. A partir da possibilidade de acolher pacientes que estão passando por instabilidades emocionais, é possível reinventar as suas práticas por meio das vias virtuais e continuar atuando com a mesma qualidade, ética e eficácia.

Quer saber mais sobre o universo da Psicologia? Aproveite para continuar sua leitura no nosso blog e descubra o significado de cognitivo e sua relação com esse campo!

Sem Comentários

Cancelar