A Psicoterapia Online a Quarentena

Em decorrência da pandemia do Coronavírus, o estresse, o luto e as mudanças nas condições de vida infelizmente irão acometer muitas pessoas, aumentando drasticamente a necessidade de atendimento e apoio psicológico da população.

Diante do impedimento dos contatos pessoais provocado pela pandemia, a alternativa que se apresenta é a ampliação do atendimento na modalidade online. Isso já vem ocorrendo em várias áreas da saúde em todo o mundo.

O próprio Conselho Federal de Psicologia, inclusive, emitiu um comunicado informando que nesse momento todos os psicólogos poderão realizar atendimentos online sem a necessidade de aguardar a confirmação do seu cadastro no e-psi.

Esta é uma nova realidade que se apresenta, pois certamente haverá um aumento da demanda por atendimentos e os psicoterapeutas não poderão se omitir de prestar seus serviços essenciais para amenizar o sofrimento dos pacientes e de seus familiares nesse momento particularmente difícil para todos nós.

O atendimento online é comprovadamente eficaz e, mesmo que exista alguma resistência inicial por tratar-se de algo novo para muitos profissionais e pacientes, a experiência nos mostra que geralmente há uma rápida adaptação a essa modalidade de psicoterapia, sendo resguardados todos os aspectos éticos.

A situação exige essa adaptação para que os atendimentos possam ocorrer e para que as pessoas tenham o direito de se beneficiar de um procedimento tão importante para a sua qualidade de vida e resiliência ao estresse.

Os terapeutas que não se adaptarem a essa condição podem estar privando seus pacientes de um apoio fundamental nesse momento. Nossa sugestão é a de que esse atendimento seja oferecido e proporcionado aos pacientes para que estes possam avaliar e decidir pela sua continuidade ou não.

Assim que a situação normalizar os atendimentos presenciais podem ser retomados, porém nesse momento infelizmente ainda não há uma previsão concreta sobre quando isso irá de fato ocorrer.

É fundamental que os psicoterapeutas não deixem seus pacientes desassistidos nesse momento em função da impossibilidade do contato presencial, bem como é fundamental que estejam disponíveis para as pessoas que os procurarem precisando de ajuda psicológica.  

O atendimento obviamente não é igual ao presencial, mas neste momento poderá fazer toda a diferença para muitas pessoas que necessitam desse apoio profissional e qualificado.

Desejamos a todos os Psicólogos e Psiquiatras a serenidade e a determinação necessárias para a realização de um ótimo trabalho!

Sem Comentários

Cancelar