Recolocação profissional: quais caminhos os psicólogos podem seguir?

A psicologia é um área que ganha cada vez mais adeptos em todo o mercado, além de apresentar vários campos com bastante demanda. Seja na clínica, na gestão de Recursos Humanos ou na área hospitalar, os psicólogos sempre têm alguma área em que podem atuar. Porém, isso não significa que sua recolocação profissional seja um processo rápido e fácil.

Como acontece com qualquer pessoa, às vezes é necessário sair de um emprego e buscar outro. Durante essa recolocação, pode ser que você tenha algumas dificuldades, especialmente se não planejar direito. Para ajudar com isso, vamos falar um pouco sobre esse processo e como ele pode ser melhor executado. Confira!

O que leva os profissionais a buscarem uma recolocação profissional?

Há muitos motivos que levam uma pessoa a trocar de trabalho. Apresentamos alguns dos mais comuns a seguir.

Busca por uma renda melhor

Se o seu cargo atual não proporciona a renda que você precisa para manter um padrão de vida adequado, então é natural buscar oportunidades em outras áreas. Alguém que atua como assistente em uma empresa pode já estar qualificado para um cargo mais avançado e aceitar uma proposta em outro lugar.

Da mesma forma, certas áreas de atuação podem não suprir as necessidades financeiras do profissional, sendo necessário se realocar. Qualquer que seja o motivo, é perfeitamente justo buscar um novo emprego para conseguir mais dinheiro.

Necessidade de se reinserir no mercado de trabalho

Por diversos motivos, uma pessoa pode ficar sem trabalhar por um tempo, seja por problemas de saúde, dificuldades pessoais ou qualquer outro motivo. Após esse tempo de hiato, é necessário fazer um esforço extra para encontrar um novo trabalho.

O trabalho de recolocação profissional também envolve algumas ações que facilitam esse processo. Considerando que você já tem experiência em sua área de atuação, basta reforçar esses pontos e focar em oportunidades de maior valor.

Busca por um novo caminho profissional

Em muitas situações, o motivo da realocação é simplesmente o desejo de mudar de carreira. Alguém que trabalha a maior parte da vida como gestor de RH pode decidir que prefere começar a clinicar, por exemplo.

Nesse caso, é necessário buscar novos conhecimentos, pois é uma área de atuação diferente da anterior. Porém, nunca é tarde demais para mudar seus planos, desde que você saiba que o novo caminho é o que você busca.

Avançar em sua carreira

Por fim, mas não menos importante, pode ser que essa recolocação seja apenas um passo para avançar em sua vida profissional. Pode ser a busca por uma promoção, um cargo numa empresa de maior renome ou algo que traga maior prestígio.

Isso também significa que, dependendo do seu objetivo final, pode ser que você tenha que se realocar novamente no mercado profissional. Porém, depois que ter essa experiência, o processo pode ficar um pouco mais fácil.

Qual é a melhor forma de conseguir novas oportunidades?

O processo de recolocação profissional do psicólogo não é fácil, mas há diversos caminhos que você pode seguir para alcançar esse objetivo. Para auxiliar essa jornada, trouxemos aqui algumas dicas do que você pode fazer. Acompanhe!

Estabeleça seus novos objetivos profissionais

Antes de dar o primeiro passo, você precisa saber aonde quer chegar. Se o seu objetivo é conseguir um salário melhor, equilibrar trabalho e vida pessoal, cuidar da sua saúde ou qualquer outro aspecto, você precisa tê-lo em mente ao tomar suas decisões.

A partir daí, você pode montar um plano um pouco mais claro e eficaz para alcançar essas metas, além de estipular um prazo para conclui-las. Isso faz uma grande diferença nas suas chances de alcançar o que deseja.

Planeje suas finanças

Se a sua realocação profissional envolve ficar um tempo sem trabalhar, então é necessário ter cuidado redobrado com seu planejamento financeiro pessoal. Caso contrário, você pode ficar sem dinheiro para se manter enquanto está procurando um novo trabalho.

Se você tem um fundo de reserva, deve calcular quanto ele vai durar e como pode gastá-lo. Se não tem tanto dinheiro, é importante considerar um emprego temporário para suprir suas necessidades nesse meio tempo.

Atualize seu currículo

Quem passa muito tempo em um mesmo cargo, sem procurar um novo emprego, costuma parar de adicionar informações em seu currículo. Porém, assim que você pensa em se realocar profissionalmente, é hora de mudar isso.

Antes de distribuir seu currículo, inclua nele todas as atualizações necessárias de cursos, experiências e formações. Além disso, dependendo do tipo de cargo que você busca, vale a pena editar o currículo para destacar as informações mais importantes.

Busque novos cursos de atualização e especialização

Mesmo com bastante experiência, pode ser que sua formação como psicólogo esteja um pouco desatualizada. Ou, em outros casos, você pode não estar totalmente preparado para a área específica na qual deseja se inserir.

Vale a pena investir em cursos que ajudem a retomar pontos importantes do seu trabalho ou que ofereçam uma nova especialização. Para muitos contratantes, esse é o tipo de diferencial que você precisa para ser aprovado.

Prepare-se para entrevistas de emprego

Mesmo os profissionais mais competentes podem não ser selecionados para uma vaga devido à dificuldades em sua entrevista. Além de pensar no seu currículo e competências, é importante melhorar a comunicação para se sair bem nas entrevistas.

Em muitos aspectos, essa é uma questão de prática. Vale a pena ler sobre o assunto e se preparar mentalmente, mas, acima de tudo, você deve praticar. Se possível, faça simulações de entrevistas, pois elas ajudam bastante.

Crie contatos

Por fim, mas não menos importante, não se esqueça do networking. As melhores oportunidades de trabalho vêm de pessoas que já conhecem e confiam em suas competências.

Mesmo que ainda esteja sem emprego, busque sempre conhecer mais pessoas em sua área, seja em cursos, palestras ou eventos. Se você fizer o contato certo, pode encontrar a oportunidade que está procurando bem mais rápido.

Agora que você entende melhor como funciona a recolocação profissional para psicólogos, é hora de traçar o seu plano. Com um pouco de preparo, você logo estará no trabalho que deseja. E se quiser mais uma ajuda, veja nosso artigo sobre especialização para psicólogo e veja por onde começar!

Powered by Rock Convert

Sem Comentários

Cancelar